Sistemas representacionais – como você aprende?

De acordo com a Programação Neurolinguística, percebemos o mundo, aprendemos e nos representamos através de 4 sistemas: visual, auditivo, cinestésico e digital. Em geral, temos um sistema preferido. Conhecer nosso sistema predominante faz diferença na hora de escolher a função, o ambiente de trabalho e principalmente para aprender com mais rapidez. Além disso, conhecer as preferências do seu cliente ou do seu funcionário pode torná-lo mais efetivo na comunicação. Veja a seguir como reconhecer os 4 sistemas.

Visual – Vê

Comportamento – Faz uso da visão como meio de obter e reter as informações.

Pontos fortes – Percebe coisas ímpares e que quase ninguém percebe no ambiente.

Como aprende – Através de imagens. Sendo capaz de criar uma imagem imediata da informação.

O que distrai sua atenção – Estímulos visuais em demasia ou conflitantes. Grande número de informações recebidas.

Processamento de informação – Tende a devanear quando está pensando. Pensa em ritmo rápido.

Como interage com o ambiente – Verifica sempre o que está acontecendo ao seu redor

Estilos de organização – A percepção é global; percebe o todo e, se necessário, decompõe em partes a percepção inicial.

 Características gerais

Percebem as coisas como imagens e podem passar de um tema a outro facilmente. São capazes de fazer generalizações rapidamente. Gesticulam quando falam. Falam rápido e de maneira confusa já que tendem a seguir suas imagens interiores sem dar-se conta de que os outros não vêem essa mesma imagem. Respondem brevemente às perguntas. Têm memória fotográfica e custam a repetir instruções orais. Preferem ler por eles mesmos que escutar a outra pessoa lendo. Podem ter problemas para debater e são um público impaciente. Gostam de escrever notas ou desenhar. As pessoas visuais obviamente valorizam o aspecto visual.

Exemplos de frases visuais

Você consegue vislumbrar essa possibilidade comigo?

Eu não consigo me ver realizando essa tarefa

É preciso exergar além do óbvio.

O sujeito é brilhante. Ele é iluminado.

 

Auditivo – ouve

Comportamento – Faz uso da audição para absorver informações.

 Pontos fortes – Gosta de ouvir as pessoas.

Como aprende? – Ouvindo, sendo capaz de montar uma história com a informação que está recebendo.

 O que distrai sua atenção? – Barulhos. Ruídos de fundo. Estímulos auditivos dados rapidamente para serem convertidos em informação.

Processamento de informação – Os olhos tendem a ficar fixos quando está pensando. Seus pensamentos ocorrem em uma velocidade moderada.

Como interage com o ambiente – Ouve o que está sendo dito a sua volta e não parece consciente de modificações no plano visual.

 Estilos de organização – Organizados; dependem de informações detalhadas e de instruções passo a passo. São orientados pela linguagem. Repetem para si o que devem memorizar.

 Características gerais

Gostam de escutar e contar histórias, seguem logicamente a história e se concentram em uma coisa por vez. Não gostam que os temas sejam tratados de forma desordenada. Possuem um vocabulário amplo, se expressam com clareza e não gesticulam muito ao falar. As pessoas auditivas têm um discurso próprio: ouvem uma pergunta, repetem na cabeça e a respondem antes de responder em voz alta. Isto pode incomodar os visuais e cinestésicos que respondem mais rapidamente. Aprendem escutando e prestam atenção à ênfase, às pausas e ao tom da voz. Uma pessoa auditiva desfruta do silêncio.

 Exemplos de frases auditivas

Existe um ruído sobre este assunto

Eu não consigo ouvir direito suas colocações

Você tem muito barulho e pouca atitude

Gostaria de ouvir um pouco mais sobre este assunto.

 

Cinestésico – sente

Comportamento – Abraçar, dançar, sentir as pessoas, sentir seu próprio corpo

Pontos fortes – Habilidade para usar a coordenação motora grossa ou fina em esportes, artes cênicas ou plásticas no controle dos movimentos do corpo e na manipulação de objetos com destreza.

Como você aprende – Fazendo as coisas e recordando a sensação e a ação.

O que distrai sua atenção? – Estímulos conflitantes visuais e/ou auditivos. Ser impedido de mover-se ou de fazer algo.

 Processamento de informação – Pessoas que tendem a olhar para baixo quando estão pensando. Seus pensamentos ocorrem em um ritmo mais lento

 Como interage com o ambiente – Mais focado em si, bastante consciente do clima que o circunda; não parece consciente da atividade visual

 Estilos de organização – Organização gradual, criativa e divergente. Chega a conclusões diferente da maioria.

 Características gerais – Percebem as coisas através das sensações, do corpo e da experimentação. São muito intuitivos e valorizam especialmente o ambiente e participação. Necessitam de movimento e atividade para pensar com clareza. Não dão importância a ordem das idéias. Mostram-se relaxadas ao falar, movem-se e gesticulam. Falam devagar e sabem utilizar as pausas. Como público, são impacientes porque preferem passar a ação. Gostam de analisar o que sentem fazendo as coisas. Gostam de tocar e se aproximar das pessoas. Percebem facilmente o mobiliário incômodo, assim como o frio e o calor. Ao falar, não mantém grande contato visual. Para descrever o que tem feito, se concentram na ação. Ocasionalmente caminham e gesticulam para recordar as coisas.

Exemplos de frases cinestésicas

Isso que você me diz que proporciona uma sensação muito boa.

Você pode sentir o resultado desta ação?

Sinto que este negócio não está cheirando bem.

Gosto de abraçar causas que dêem prazer

 

Digital – ouve e entende

Comportamento – Pergunta muito, precisa de informações e fatos. Tem diálogos internos profundos. Diante de idéias e programas, tenderão a buscar a lógica e descobrir “se fazem sentido”para eles. Apresentam algumas características de outros sistemas representacionais.

 Pontos fortes – Capacidade analítica

 Como aprende? – Sendo capaz de entender e montar uma história com a informação.

 O que distrai sua atenção? – Barulhos. Ruídos de fundo. Estímulos auditivos dados rapidamente para serem convertidos em informação.

Processamento de informação – É a maneira de pensar e falar consigo mesmo usando as palavras (diálogo interno). Tende a ser mais racional e lógico

 Como você interage com o ambiente – Ouve e entende, cria estruturas visuais e informacionais do que está sendo dito a sua volta e não parece consciente de modificações no plano visual.

 Estilos de organização – Organizados; dependem de informações detalhadas e de instruções passo a passo. São orientados pela linguagem. Repetem para si o que devem memorizar.

 Características gerais – São pessoas que estão conversando, se mexendo e ao mesmo tempo conversando consigo mesmo. Têm a tendência de realizarem autoanálise e ponderar consequências para cada decisão. Têm dificuldade em ler textos ou livros por um longo período de tempo e, quando conseguem, estão o tempo inteiro pensando no que farão no minuto seguinte. Durante uma conversar, o auditivo digital começa a prestar a atenção e percebe-se que ele está ouvindo entendendo, mas ao mesmo tempo seu olhar se distancia em dados momentos. Em alguns momentos fica em silêncio durante a negociação

Exemplos de frases digitais

O quanto isto é importante?

Conceitue, detalhe, defina, compare esta informação

Qual a fonte/fundamento desta informação?

Meu sistema funciona assim…